O Bolo E Suas Doces Relações: A Diversidade De Sabores Pelo Mundo

Quem não lembra de estar sentindo aquele cheirinho de bolo saindo do forno?

O bolo faz parte das nossas vidas diárias, e traz doces lembranças da nossa infância.

Nos conecta a aniversários, casamentos, noivados, chás de bebê, ao cafézinho da tarde e a tantos outros momentos queridos.

O bolo molhadinho, ou aquele mais macio, com frutas ou de chocolate, o que a avó fazia ou o que comemos em uma festa.

Ele também conecta culturas, já que o bolo existe no mundo todo, em diversas versões.

Por exemplo, na Espanha, o bolo de casamento tradicional é geralmente um simples bolo de amêndoa com camadas de merengue e / ou cremes, entretanto tem ficado mais fácil encontrar bolos de fondant lá, que antes eram inéditos. É muito interessante ver o quanto algo simples como bolo pode variar muito de cultura para cultura.

Então vamos falar sobre esse queridinho do mundo dos doces, contar fatos, curiosidades e compartilhar quais são os bolos tradicionais do mundo que você deveria experimentar!

Bolos e Aniversários

As primeiras conexões entre bolos e aniversários parecem vir desde a antiguidade romana. Evidências concretas já mostram nos anos 1400 padarias na Alemanha vendendo bolos de aniversário. O formato que conhecemos hoje, entretanto, surgiu no século XVII.

Bolos e Casamentos

O bolo de casamento também já pode ser encontrado em registros da Roma antiga, mas o formato contemporâneo se originou no casamento do Príncipe Leopoldo, duque de Albany, em 1882; seu bolo de casamento foi o primeiro a ser completamente comestível.

Cupcakes

Os cupcakes surgiram como uma maneira de facilitar a produção dos bolos, existem alguns conflitos sobre os primeiros registros de cupcakes, mas aparentemente a primeira receita oficial de cupcake é de 1776.

Sua popularidade foi crescendo com o tempo, mas eles começaram a mostrar seu verdadeiro potencial em 1947, quando um especialista em bolos, “Doc” Rice, supervisionando 5 padarias, começou a produção dos cupcakes com cobertura e notou que eles estavam vendendo 25% a mais que o muffins.

Desde a sua criação, os cupcakes têm sido uma tendência popular no mundo da culinária. Eles dominaram dezenas de padarias dedicadas completamente a eles.

Apesar dos sabores tradicionais, de chocolate e baunilha, ainda serem muito populares; novos sabores, como Red Velvet e Mirtilo, tem ganhado mais e mais espaço, especialmente considerando o universo digital e como eles produzem fotos muito bonitas.

Os cupcakes juntam sua praticidade de preparo, com uma diversidade de sabores e decorações, e um preço que costuma ser muito mais amigável que dos bolos tradicionais.

Tipos de Bolo

Existem muitos tipos diferentes de receitas de bolo e várias maneiras de categorizá-las.

Eles podem ter infinitas opções dependendo de vários aspectos. Fazer um bolo pode lembrar muito um experimento de química, pois inúmeras variáveis afetam o resultado, como: ingredientes (incluindo o tipo de farinha e o tipo de açúcar), como e quanto você bate a massa, a fôrma utilizada para assar, o tempo no forno, como ele é resfriado e até mesmo como é armazenado.

Cada bolo pode ser tornar único com coberturas e decorações, e os bolos podem ser até mesmo expressões artísticas.

O bolo relacionado à arte ganhou o mercado de forma bem forte, como podemos ver em reality shows como o Cake Boss, em que ele faz bolos impressionantes, como a estátua da liberdade, um aquário, ou um jacaré.

E também em versões de programas que contam com a participação do público, como o show Nailed It!, da Netflix, com formato de comédia, em que pessoas comuns são desafiadas a recriarem “obras primas” do universo dos bolos, como um tubarão, um vulcão, o cenário de “Pantera Negra” da Marvel, entre tantos outros sucessos (geralmente com resultados desastrosos).

Os cupcakes não ficam de fora, e a arte já se expressou com eles diversas vezes usando-os para construir mosaicos. Em 2015, na África do Sul, foram utilizados 33.660 cupcakes para criar um mosaico em homenagem à copa do mundo de Rugby e para arrecadar fundos para o câncer infantil.

Mas independente de expressão artística, cada região do mundo terá um tipo de bolo específico que permite nos aproximarmos de sua cultura.

Então vamos conhecer alguns bolos típicos do mundo!

1. França: Galette des Rois

O nome em inglês desse bolo seria o “Bolo do Rei”. A tradição é consumí-lo após o natal, na primeira semana de janeiro, entretanto ele se tornou tão popular que muitas padarias o vendem durante todo o mês.

O bolo é feito de camadas de massa folhada amanteigada recheadas com creme de amêndoas e coberto com açúcar.

2. Alemanha: Bolo de Cereja da Floresta Negra

Tradicional do sudeste da Alemanha, a região da Floresta Negra, é feito de algumas camadas de bolo de chocolate separadas por cerejas e coberto por chantilly, raspas de chocolate e um pouco mais de cerejas para fins decorativos.

Em versões consideradas mais autênticas é utilizada uma bebida alcóolica de cereja, podendo ser adicionada em grandes quantidades, inclusive.

A receita original do bolo da Floresta Negra foi inventada por Josef Keller em 1915.

3. Turquia / Grécia: Revani

A Turquia é bastante conhecida pela baklava, que tem camadas de massa folhada recheadas de pistaches e/ou frutas secas e com mel.

No entanto, outro bolo tradicional, apesar de não tão conhecido é o revani, feito de sêmola e limão com uma calda de laranja. O prato é suave e refrescante por conter os sabores cítricos.

4. Japão: Dorayaki

O dorayaki é tão popular que aparece até mesmo em desenhos animados. Ele combina o bolo esponja Castella, no formato de um sanduíche, recheado anko (pasta de feijão doce adzuki vermelho), ambos são muito consumidos no Japão, então esse bolo une dois “queridinhos”.

A lenda diz que o dorayaki foi inventado por um casal de idosos que preparou panquecas cozidas em um gongo deixado por um samurai machucado durante a era Edo.

5. Índia: Bolo Mawa

Especialmente tradicional em Mumbai, são bolos à base de leite com um toque de cardamomo e nozes (como amêndoas ou castanhas de caju). O Mawa é um leite solidificado obtido através do processo de cozimento do leite muito lentamente para que o líquido evapore.

6. Nova Zelândia e Austrália: Pavlova

Com o nome de uma das dançarinas de ballet mais famosas do mundo, a russa Anna Pavlova, a invenção deste bolo tem sido um ponto de discórdia entre a Austrália e a Nova Zelândia, mas recentemente o Oxford English Dictionary diz que a primeira receita registrada de Pavlova apareceu na Nova Zelândia em 1927.

Com uma massa de clara de ovo, açúcar e adição de farinha de milho, cria um merengue crocante recheado de marshmallow e coberto com frutas, como morangos e kiwis. O Pavlova é cozido de muitas maneiras diferentes, geralmente sendo decorado com frutas, geralmente kiwis e morangos.

A mistura da crocância e maciez, assim como do doce que é quebrado pelas frutas cria uma combinação que faz juz à sua fama.

7. México: Tres Leches Bolo (três bolos de leite)

O bolo de três leites é tradicionalmente do México, embora tenha se tornado um bolo muito popular em toda a América do Sul. Feito de um pão-de-ló muito leve embebido em uma mistura de leite condensado, leite evaporado e leite regular (de onde surge o nome “três leites”), coberto com chantilly ou merengue.

A combinação é um bolo muito úmido e rico, mas ainda delicado e arejado, se diferenciado dos habituais bolos tipo esponja.

8. Escócia: Bolo Dundee

O bolo de Dundee é um tradicional bolo de frutas escocês feito com passas e groselhas, e eventualmente com cerejas também. O sabor e a umidade vem do uísque escocês adicionado ao bolo, e ele geralmente é decorado com amêndoas.

Tem uma textura muito leve e um sabor muito rico.

9. Itália: Ciambella Allo Yogurt

Um bolo leve e do tipo esponjoso, Ciambella Allo Yogurt é aromatizado com raspas de limão e iogurte. É bastante consumido no café da manhã na Itália e harmoniza muito bem com um cappuccino.

10. Sri Lanka: Bolo Breudher

O Bolo Breudher é tipicamente consumido na páscoa. Amanteigado, com uma textura semelhante a um brioche, possui passas embebidas em brandy e é aromatizado com laranjas.

11. Malásia / Singapura: Bolo Pandan

Os bolos verdes são bastante apreciados na Malásia e em Singapura, e esse caso não é diferente.

Esse bolo chiffon fica com uma coloração verde devido à adição do suco da palmeira pandanus, um ingrediente muito comum na culinária asiática e que pode ser usado em uma imensa variedade de pratos.

Com sabor amadeirado e textura macia e úmida, vale a pena experimentar esse bolo singular.

12. Austrália: Lamington

Pedaços de pão-de-ló com cobertura de chocolate e coco granulado, o bolo Lamington foi nomeado em homenagem ao Lord Lamington, o governador de Queensland de 1896 a 1901.

Algumas variações ainda podem usar uma geléia de framboesa picante como recheio.

Esse bolo é um ícone nacional australiano

13. Hong Kong: Ma Lai Go

O Ma Lai Go é um clássico pão-de-ló com um sabor semelhante ao caramelo, cozido em uma cesta de bambu. Além dos ingredientes tradicionais de bolo, como farinha e ovos, ele leva banha e açúcar mascavo, e é fermentado por um longo período.

14. Grã-Bretanha: Victoria Sponge

Batizada com o nome da rainha Victoria (não à toa, já que a própria rainha gostava desse bolo), o Victoria Sponge é imensamente popular na Grã-Bretanha. Uma receita simples, sem muita margem para erros, é um bolo do tipo esponjoso com recheio de geleia de framboesa, polvilhado com açúcar de confeiteiro e, em algumas variações, com chantilly.

15. Indonésia: Lapis Legit

Um bolo úmido e firme, o Lapis Legit consiste de 18 camadas de bolos macios que são comprimidos para formar finíssimas camadas.

Pode contar com recheio de ameixas, e ter especiarias como cravo, canela e noz moscada.

Fazer um lápis legítimo é uma tarefa trabalhosa e muito demorada, por isso ele é considerado um deleite valorizado durante feriados locais na Indonésia.

16. Suécia: Bolo Princesa Sueco (Prinsesstarta)

O bolo de princesa sueco tem uma semana inteira dedicada a ele, a comemoração acontece na última semana de setembro, quando as vendas de bolo são impulsionadas por descontos.

Um bolo do tipo esponjoso, com geléia, creme e chantilly, que são montados em camadas. Costuma ser coberto com Marzipan (geralmente verde) e uma decoração de rosa é trabalhada no topo.

Dizem que o bolo foi preparado pela primeira vez por Jenny Akerstrom, uma instrutora de bolos para as princesas suecas no início de 1900.

17. Dinamarca / Noruega: Kransekage

O Kransekage é composto de camadas de bolos de diferentes tamanhos feitos de clara de ovo, açúcar e amêndoas, com o menor anel no topo.

Na Dinamarca e na Noruega é um bolo de celebração tradicional – geralmente para casamentos ou na véspera de Ano Novo.

Os anéis são decorados com glacê ondulado e pequenas bandeiras nacionais.

Curiosidades sobre os bolos

  • O bolo mais antigo é do casamento da Rainha Vitória e do Príncipe Albert, datado de 1840.
  • O mais antigo bolo intacto data de 1898 com apenas uma grande rachadura na cobertura de uma explosão de uma Segunda Guerra Mundial.
  • Em 2008 foi produzido um bolo com 33m de altura.
  • Em 2016, na Itália, foi feito um bolo de 3.018,59m de comprimento.
  • Um cupcake de mais de 1kg foi criado nos EUA em 2011.

Os bolos são tão importantes que podemos encontrar diversas datas dedicadas a eles em vários países, como:

  • 27 de janeiro é o Dia Nacional do Bolo de Chocolate.
  • 29 de março é o Dia Nacional do Bolo de Chiffon de Limão.
  • 7 de abril é o Dia Nacional do Bolo de Café.
  • O dia 19 de maio é o Dia do Bolo de Comida do Diabo Nacional.
  • 11 de junho é o Dia Nacional do Bolo de Chocolate Alemão.
  • 26 de novembro é o Dia Nacional do Bolo.
  • Qual é seu bolo favorito? Algum deles marcou sua infância ou um evento especial? Conte para nós!
  • E gostou desse artigo? Então não esqueça de compartilhar!

Pesquisar

Posts Recentes